quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

2012

É isso, o ano começou...

E se é para começar na verdade, o que deve ser dito é: Jesus transformou minha vida. Imagino que, para a maioria das pessoas que um dia ouviram bobagens de minha boca, ou que tenham visto o tanto de encrenca em que um menino pode se meter a procura de algo que ele não faz a menor ideia do que significa, a leitura de uma frase "Jesus transformou minha vida", dita por Moisés, faça surgir sentimentos diversos como dúvida, surpresa, incredulidade...

Mas isso não se aplica Àquele que sempre soube - e sabe - de todas as coisas. Porque mesmo diante dos milhares de sinais que apontavam para um triste fim, Ele, ainda assim, jamais me abandonou. Pelo contrário, aos poucos, trabalhou, com persistência, pois seu amor é maior do que tudo. Ele me perdoou. Ele me ama de forma plena. E é Nele que estou aqui agora, para inaugurar as palavras escritas deste ano...

Neste momento, é difícil saber se tais palavras serão muitas, se irei conciliá-las com o terceiro grande objetivo deste ano, que é o estudo. Todavia, de uma coisa estou convicto: Elas serão mais verdadeiras, refletirão o que É em minha alma, quando dobro meus joelhos e, com lágrimas, clamo ao Espírito Santo que tome conta de mim, que habite em meu corpo, que faça morada em meu espírito. Isso sim ocorrerá, ainda que que haja menos verbo. Pois O VERBO, o primeiro objetivo, o que realmente permanecerá, já está aqui, e dele posso fazer não só um texto ou algumas palavras. POSSO VIVÊ-LO EM ESTADO CONSTANTE. É nisso que creio. E nisso está o mais importante.

Contudo, algumas ideias surgem sobre o que escrever em 2012. A principal delas é a de fazer algo intitulado "Cartas à Sofia", onde eu discorreria sobre meu aprendizado, sobre o que tenho visto pela primeira vez, sobre a fé, o caminho, o discernimento, e, fundamentalmente, sobre as transformações que somente o amor de Deus pode fazer na vida de um pai, de um (futuro) marido, de um homem. O objetivo seria o de mostrar à Sofia as coisas como as tenho hoje, de modo que se ela desejar um dia, possa encontrar e compreender os primeiros passos de seu pai, que acabou de nascer. E que nesses passos ela consiga perceber o poder do nosso Pai em comum, O Qual fará de nós todos uma linda história.

Para concluir, queria dizer algo a você Minha Lu: Em todas as minhas orações, desde agora e para sempre, haverá nosso casamento como pedido a Deus e ação Nele direcionada. É com muito orgulho que admito, para nunca mais especular nesse assunto, que o dia em que você surgiu diante de mim, houve sorriso em todos os cantos do mundo, porque foi propósito de Deus consumado, e creio que quando isso ocorre na vida humana, o universo se movimenta em amor e felicidade; hoje tenho olhos para ver esse milagre, que ocorreu e que a todo momento ocorre, fruto da Graça do Senhor em nossas vidas.

Feliz 2012!

Nenhum comentário:

Postar um comentário